2013-11-07-gtec

Qual o limite da competitividade no mercado de trabalho?

Quando está no seu local do trabalho você se imagina em um jogo? Encontrar pessoas competitivas no ambiente corporativo é cada vez mais comum. Segundo pesquisa realizada pela OfficeTeam aproximadamente 50% dos gerentes entrevistados acreditam que seus empregados são mais competitivos hoje do que há 10 anos. Principalmente em TI, um setor inovador que passa por constantes atualizações, o mercado é ainda mais desafiador.

A constante exigência em relação à qualificação profissional e a segurança do emprego são alguns dos motivos para aumento deste novo perfil de profissional.

Competitividade é saudável para o crescimento e planejamento de metas, porém é preciso estar atento para não extrapolar a linha do bom senso e a ética.

  • Algumas empresas incentivam a concorrência, outras são mais voltadas para trabalhos em equipe. Por isso é importante conhecer a cultura da empresa em que trabalha.
  • A fofoca fará com que você perca a credibilidade entre os colegas de trabalho.
  • Meça as consequências da sua competitividade.
  • Trabalhe com foco no bem da equipe e mantenha uma boa convivência.
  • Seja humilde e não perca o foco no objetivo estabelecido pelo seu superior.
  • Nunca finja ser quem não é. Apropriação intelectual é um erro fatal.

Com informação em matéria da Catho – 05/11/2013

Link de origem

gtec-2013-11-06

Alunos do Geração Tec desenvolvem projetos de conclusão do curso

Alunos do Geração Tec de Joinville apresentaram seus trabalhos de conclusão do curso na última quinta-feira, 31. O programa do Governo do Estado visa capacitar jovens e adultos para o setor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). O coordenador local do curso, professor Edson José Gomes, comentou que a apresentação dos trabalhos finais foi positiva. “Eles entraram na sala de aula sem ter noção de linguagem de programação. Esse é o diferencial, despertar a criação de algo prático e que poderá gerar uma fonte de renda para cada um deles”, argumentou.

Os trabalhos foram desenvolvidos em grupos e a proposta, apresentada pelo professor Jorge Augusto Klemm, era de criar, programar e finalizar, de forma básica, projetos com linguagem de programação PHP e Delphi. Foram desenvolvidos vários programas de apelo social, como o projeto Trânsito Interativo, o Controle de Tapa-Buracos e o Vira-Lata, este último para registro de cães e gatos. “Isso provocou neles a vontade de aprender a programar e a criar projetos para transformá-los em negócios”, afirmou Gomes.

O gerente da incubadora de empresas de base tecnológica Softville, Ademir Rossi, garantiu que está aguardando para dar apoio e incubar estes projetos. “esta turma mostrou ter grande potencial criativo”, salientou.

O Geração TEC é um programa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), realizado por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) e do Instituto Internacional de Inovação (i3), em parceria com a Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (Acate) e instituições do setor de tecnologia das cidades atendidas. Lançado em 2011, já capacitou 2.092 pessoas em 12 cidades de Santa Catarina.

2013-10-30-gtec-site

Você tem a memória de elefante? Ou esquece tudo muito rápido?

O que faz com que uma memória seja guardada ou esquecida? A falta de estímulo interno ou externo faz com que uma informação seja apagada. Há quem diga que pensamentos pouco usados são deletados, ou que esquecimento é uma falha do cérebro.

Confira outros motivos que facilitam no esquecimento:

LOCAL BARULHENTO

Ruídos no ambiente como a televisão ligada ou o celular que toca a todo momento vão dispersar a atenção até de quem se considera multitarefa. Prefira locais silenciosos sem interferência de barulho ou interrupções para focar somente no que precisa ser memorizado.

FALTA DE ATENÇÃO

A concentração é essencial para criar associações com a informação. Deu sono? Levante-se, mude de ambiente e revise a informação.

FALTA DE DEDICAÇÃO

Ler repetidas vezes um conteúdo em voz alta também ajuda o processo de memorização. Faça anotações e tente o explicar o conteúdo para si mesmo.

 

2013-10-18-gtec-site

Três dicas importantes para quem trabalha em TI

Fazendo a mágica acontecer
Projetos com tecnologia que você não conhece bem, com prazos absurdos, podem cair no seu colo. O seu chefe espera que você faça a mágica acontecer: “encontre as minas escondidas nas operações propostas, e oriente a ele/ela em território desconhecido”. A dica para resolver a questão é saber com quem e onde obter essas respostas.

Carregue seu próprio peso
Terminar o que começou e assumir responsabilidade no trabalho é o comportamento esperado pela equipe de TI. A falta de comprometimento é logo percebida por um bom líder e pode tirar você do jogo a qualquer momento.

Continue ampliando conhecimentos
O mercado de TI pede por um profissional à frente das tendências e transformações. Invista em cursos de capacitação, esteja presente em palestras e amplie o seu networking. A busca por conhecimento para além da TI amplia a visão de mercado e auxilia na tomada de decisões.

Para começar com o pé direito, o Geração TEC forma  talentos empreendedores para o mundo da tecnologia. Além do curso de capacitação em TIC, os alunos recebem orientação profissional para o mercado de trabalho por meio de palestras, entrevistas e dinâmicas de grupo.

 

Com informações do site IT Web – 15/10/2013

Link de origem

 

pie grid double

TI está entre as dez carreiras de nível superior com maior expansão de vagas no Brasil

Osetor de  TI aparece como uma das 10 carreiras de nível superior com maior expansão de vagas no Brasil, segundo pesquisa Radar – Tecnologia, Produção e Comércio Exterior, divulgado em julho de 2013 pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

No período de janeiro de 2009 a dezembro de 2012 foram criadas 49.535 vagas para o setor de tecnologia da informação. De cada cem novas vagas de nível superior, 16 surgiram nessa área.

O levantamento ainda constatou que profissionais de TI são requisitados principalmente nos estados da região Sul e em São Paulo.

Confira aqui o estudo completo

1093387_57560161

Realização profissional ou sucesso financeiro?

Jovens que acabaram de ingressar no mercado de trabalho e profissionais com anos de estrada quebram a cabeça por causa dessa dúvida clássica. No fim das contas, vale a pena trocar a satisfação de fazer o que se gosta por  prestígio ou renda extra?

O indicado é  levar em conta algumas outras vantagens como os benefícios oferecidos, o equilíbrio entre a vida e trabalho, a cultura que a empresa adota, assim como o espaço para crescer.

 

Saiba mais como fazer a melhor escolha para sua carreira.

966932_32706958 (1)

Parcerias melhoram a qualificação dos profissionais de TI em SC

Segundo a pesquisa realizada pela Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (Acate) as empresas de TI em Santa Catarina cresceram 33% em 2012. As empresas que participaram da pesquisa fazem parte de um agrupamento de empresas do mesmo segmento, reforçando a importância das parcerias.

De acordo com o presidente da Acate, Guilherme Bernard, a qualificação de mão de obra ainda é um problema para as empresas do setor de tecnologia de informação. Esse cenário melhorou após serem firmadas parcerias com universidades e o Governo do Estado, que viram no setor um mercado fértil para a geração de empregos, como é o caso do programa Geração TEC.

 

Veja aqui mais informações sobre a pesquisa. 

2013-09-26-gtec-site

Saiba quais são as tendências de TI para os próximos anos

O mercado da tecnologia da informação está em constante atualização, e o que é uma tendência hoje amanhã pode se tornar algo obsoleto. É preciso acompanhar cada movimento do mercado, com foco na EUA e Ásia, para não ficar para trás.

Estudo desenvolvido pela IPSoft e publicado na Revista Forbes indica algumas das tendências para os próximos anos. Entre elas estão:

  • A morte do “offshoring”
  • A inteligência artificial e reconhecimento de voz em processos de help desk
  • A automação
  • A computação em nuvem.

 

Saiba mais sobre estas tendências

1353719_33392970 (1)

Brasil deve liderar expansão de investimento em TI

Eventos esportivos dos próximos anos e à exploração do pré-sal irão impulsionar o crescimento do mercado de tecnologia da informação e comunicação no Brasil. De acordo com Abes (Associação Brasileira das Empresas de Software) a estimativa é que o setor avance 14,5% neste ano, enquanto a média mundial é de 5,5%.

A Copa e Olimpíadas vão exigir além de transmissões em alta definição para televisores, computadores e celulares, nossa rede terá que suportar o alto volume de tráfego de dados dos dispositivos móveis.

A fatia maior do hardware na indústria de TI brasileira ocorre por conta do recente boom de venda de aparelhos, como tablets e smartphones no país, mas a tendência é que os segmentos de software e serviços ultrapassem a barreira de 50% (do faturamento) até 2020.

Confira mais dados

O Geração TEC é uma oportunidade para quem quer entrar neste mercado, que continua crescendo a cada ano.

277077_4713

Inovação em TI além do conceito

Muito se fala em inovação dentro do setor corporativo, mas será que estas empresas realmente saem do patamar teórico e criam novidades que façam diferença na prática?

Segundo o diretor do ÁgoraLab, Eduardo Costa, a “inovação virou um assunto desgastado. Todo mundo agora é inovador. A boa notícia é que não precisa convencer ninguém mais que inovação é importante. Agora é partir para a prática”.

O setor de TI pode ser uma boa ponte para criar soluções inovadoras para diversos campos como a saúde, educação, sustentabilidade, economia entre outros.

Confira aqui uma lista de cases de inovação em TI que servem para estimular sua criatividade e avançar em seus planos.