1083424_69218251

Estudo analisa cenário da Tecnologia da Informação no País

A falta de mão de obra é um dos entraves para o crescimento da área de TI no Brasil

A área da Tecnologia da Informação está cada vez mais se destacando no Brasil. Um estudo analisou o cenário da área no País. O levantamento foi realizado pela Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) e pela Brasil IT+, encomendado para Economist Intelligence Unit (EIU). De acordo com o estudo, uma das barreiras para a evolução da Tecnologia da Informação é a falta de mão de obra.

Por isso, o levantamento recomenda o investimento em universidades privadas, já que nas universidades públicas isso acontece com mais evidência, pois 90% dos artigos acadêmicos são produzidos nestes espaços e 75% dos pesquisadores estão nas universidades públicas. Mas há um volume alto de estudantes em instituições privadas, por isso é preciso investir em inovação.

Um dos resultados positivos que o estudo trouxe é de que o Brasil é líder global em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D). Apesar disso ainda está abaixo da média da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Para reforçar a participação do setor privado é preciso investir mais, pois somente 46% do desenvolvimento em P&D é deste setor. Em países como a Coréia do Sul o percentual chega a 70%. Quanto à capacidade de inovação, o Brasil está em 31º dos 144 países.

A economia brasileira, que vem se fortalecendo a cada ano, também foi apontada no estudo com um dos pontos positivos para o País. O real está cada vez mais forte, diversas fontes de financiamento estão surgindo, o acesso ao capital aumentou, os custos e juros estão diminuindo. Com isso, muitas empresas globais estão investindo no Brasil. Em 2010, a IBM abriu duas instalações de P&D, uma no Rio de Janeiro e outra em São Paulo. O Centro de Investigação e Inovação (CISB) foi criado no ano seguinte com um investimento inicial de US$ 50 milhões e trouxe junto mais de 40 parceiros do setor público, acadêmico e da indústria. Tudo isso somado às políticas de incentivo do Governo Federal como o TI Maior. O Brasil está hoje em quinto lugar no mercado de TI no mundo.

 

Sebrae

Link de origem

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.