geracaotec_slide

Geração TEC abre inscrições em Lages nesta sexta-feira

O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) e Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), está abrindo inscrições em Lages, a partir desta sexta-feira (14), para o programa Geração TEC. Com objetivo de formar mais profissionais na área de tecnologia, impulsionando o desenvolvimento econômico da região, serão abertas 100 vagas.

Para o secretário da SDS, Paulo Bornhausen, o Geração TEC abre um novo paradigma para o desenvolvimento de Santa Catarina. “Estamos  preenchendo um vácuo existente entre os cursos de formação técnica e as necessidades reais das empresas”, relata. Segundo Bornhausen, o grande diferencial é que o currículo do programa é montado em parceria com as empresas. “Estamos formando o profissional com a qualificação necessária para ocupar as vagas existentes. Tanto, que as empresas garantem a contratação de 80 por cento dos formandos”, enfatiza o titular da SDS.

Um mapeamento está sendo realizado para que o Geração TEC atinja todas as regiões do Estado. O programa tem apoio da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (Acate), além de instituições privadas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). “O setor tecnológico catarinense vive uma fase de grande expansão com a criação de novos polos regionais, mas que mantém os mesmos desafios da formação da profissionais com qualidade e em quantidade. O Geração TEC no planalto serrano será um importante indutor de crescimento para a região”, comenta o presidente da Acate, Rui Luiz Gonçalves.

Os cursos são gratuitos, para jovens acima de 17 anos, com ensino médio completo (ou cursando o último ano) e que não trabalhem com programação. As inscrições podem ser feitas pelo site www.geracaotec.sc.gov.br.

Geração TEC em Florianópolis

Na capital do Estado, o Geração TEC superou as expectativas do Governo. A princípio seriam 140 vagas, mas como o número de inscritos qualificados para o programa foi superior, a Fapesc se empenhou em buscar mais recursos e aumentar as vagas. Em Florianópolis, 210 alunos divididos em nove turmas recebem linguagens de programação de Java, C++, Delphi, PHP e .Net . Ao final do curso, haverá acompanhamento da dinâmica do mercado de trabalho em tecnologia por meio do monitoramento profissional dos participantes do programa.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.