Posts

pie grid double

Geração TEC amplia o número de cidades mapeadas

Para identificar o número de profissionais necessários no setor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), bem como as qualificações para cada região do Estado, o Geração TEC inicia nesta segunda-feira, 20, o mapeamento para 2014. “Temos a preocupação em fornecer cursos que atendam as necessidades das empresas”, diz o secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Paulo Bornhausen. Este ano, 20 cidades serão mapeadas inicialmente, número que poderá ser expandido ao longo do ano.

Empresas de Balneário Camboriú, Brusque, Blumenau, Caçador, Chapecó, Concórdia, Criciúma, Florianópolis, Itajaí, Jaraguá do Sul, Joaçaba, Joinville, Lages, Mafra, Palhoça, Rio do Sul, São Bento do Sul, São José, Tubarão e Videira responderão ao questionário, que inclui dados de empregabilidade e demandas necessárias. Este mapeamento ajudará na formatação dos cursos, número de turmas, horário das aulas, carga horária e ementa das próximas turmas do Geração TEC.

Foram 3.632 certificações entregues desde o lançamento do programa, em 2011. São oferecidas capacitações gratuitas para jovens acima de 17 anos,com ensino médio completo, ou que estejam cursando o último ano.

Criado pela SDS e realizado por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) e do Instituto Internacional de Inovação (i3), o Geração TEC conta com a parceria da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (Acate) e instituições de TIC das cidades onde as capacitações foram realizadas.

1131288_12247313 (1)

Salário em TI sobe 88% nos últimos 12 meses

Levantamento realizado pela Page Personnel, empresa global de recrutamento especializado em profissionais de suporte à gestão e primeira gerência, mostra que a concorrência por profissionais qualificados está inflacionando a folha de pagamento das empresas. De acordo com o Estudo de Remuneração 2012/2013, as empresas estão gastando mais para contratar ou reter talentos.

O setor de TI é o que apresenta o cargo com maior aumento percentual na remuneração. O salário de um administrador de banco de dados júnior, em São Paulo, saltou de R$ 2,5 mil no ano passado para R$ 4,7 mil neste ano, o que representa aumento de 88%. Os ganhos de um desenvolvedor/ programador também passaram de R$ 6,7 mil em 2011 para R$ 7,5 mil em 2012.

“Os profissionais de TI estão investindo mais tempo e dinheiro em qualificações técnicas, acadêmicas e cursos de idiomas e certificações, pois sabem que a demanda de oportunidades que buscam aumentou significativamente”,  explica Gil Van Delft, diretor geral da Page Personnel.

 

Leia matéria completa no portal do G1.